Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \26\UTC 2009

Eu engano a tua ausência

tomando porres de impossibilidades:

estruturo revoluções do mundo

penso na salvação do homem

investigo a imortalidade da alma

me dedico a esses assuntos

tão ivanianos quanto invencíveis

tudo pra que a tua ausência

não seja eu

já que já é ilha

ímã

e muito perto

Ivan Fornerón

Cordisburgo, 22 de novembro de 2009

Anúncios

Read Full Post »

Miguel Rovisco

CINQUENTENÁRIO DE MIGUEL ROVISCO (1959-1987)

 

Beijo tua carranca e tuas mãos, ó Nuno,

porque toda memória é um poema de amor

e esse teu eu regulo

na eternidade do teu relógio de Cobardias

na tua grandeza lusitana

e nas tuas nervuras de Priapo

 

As tramas da tua corda vou distorcendo

no meu entendimento tropical em sisal atlântico

e procuro a ver se encontro

o gajo que herdou teu violino

sob a tua lua de Brahms

 

Eu suponho que já conhecias teu heroísmo

desde a infância com que escarnecias o querer ser Deus

e como Ele

vencer o insosso da lamúria modorrenta

 

A saudade é podólatra

por isso anda e caminha sem fim

a sua linda vaidade de pegadas

como a própria e tanta andança tua, Nuno,

tu que és onomatopeia entre os dentes do Divino

tu que és trilho e mito

 

 

Ivan Fornerón

Do livro O Eu-Cão Que Aprumo; 2009

Read Full Post »